0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

René Magritte e o surrealismo belga

Sala da Casa de Magritte
Casa de Magritte
Irisfeest

© visitbrussels / Luc Schrobiltgen © visitbrussels / Luc Schrobiltgen Visit Brussels © Eric Danhier

Magritte, Delvaux ou Ensor são alguns dos artistas bruxelenses que adotaram os princípios do surrealismo, movimento artístico surgido no fim da Primeira Guerra Mundial.
Durante os anos 20 do século XX, o surrealismo nasceu oficialmente na França como movimento artístico herdeiro do dadaísmo. Porém, foi na Bélgica que adotou sua própria linguagem com a ajuda dos já mencionados grandes personagens desta escola. O fracasso dos grandes ideais e o positivismo justificaram o aparecimento desta vertente artística. Muitos dos artistas belgas estavam ligados a tendências políticas consideradas subversivas, como comunismo, trotskismo e maoísmo, mas a Guerra Mundial acabou com o sonho da revolução e da construção de um mundo mais justo, no qual as classes trabalhadoras pudessem fazer frente ao capitalismo. Diante de tal desencanto, os surrealistas belgas procuraram juntar o real e o imaginário, expressando esta união por meio de disciplinas artísticas como a escrita, a pintura, a escultura e o cinema.

A primeira grande figura do surrealismo belga foi René Magritte (1898-1967), pintor, escultor, desenhador, fotógrafo e cineasta. Atualmente, na Bélgica, a importância de Magritte é tal que o artista tem um museu próprio. Além disso, existem rotas turísticas associadas à sua vida e à sua obra. Em estabelecimentos como o café La Fleur en Papier Doré ou o Le Greenwich, ainda é possível recriar a inquietante atmosfera que rodeava os encontros de Magritte com outros artistas enquanto conversavam ou jogavam xadrez.

Relativamente à obra deste artista belga, podemos dizer que seus primeiros trabalhos refletem um pintor influenciado por obras impressionistas, embora também seja possível notar seus conhecimentos do cubismo, orfismo, futurismo e purismo. A mudança radical da sua pintura aconteceu quando descobriu a “Canção de Amor”, do italiano Giorgio de Chirico. A partir de então, Magritte despoja-se das suas referências anteriores e constrói um estilo próprio, muito descritivo. O pintor belga passa a concentrar-se na expressão de uma realidade insólita e poética, e o título de cada uma de suas peças transforma-se em uma pista para solucionar o enigma expresso na tela. Criador do designado “realismo mágico” na pintura, as obras de Magritte analisam as relações entre palavras, imagens e objetos. Entre seus trabalhos mais icônicos, estão pinturas com maçãs, cachimbos, chapéus e silhuetas situadas em um universo onírico.

Paul Delvaux e a figura feminina

Partindo do neoimpressionismo e do expressionismo, a obra de Paul Delvaux (1897-1994) será sempre reconhecida como surrealismo. A descoberta da pintura de René Magritte fez voar a criatividade deste pintor, dando lugar aos seus célebres nus femininos rodeados por ambientes de sonho. Participou da Exposição Internacional do Surrealismo de Paris (1938) e das mostras que se seguiram na Holanda e no México.

James Ensor, simbolista de referência para os vanguardistas

A vida de James Ensor (1860-1949) decorreu, quase em sua totalidade, na cidade flamenga de Ostende. De origem britânica, Ensor chegou à pintura por acaso, apesar de ter se formado com autores locais e, posteriormente, na célebre Academia de Belas Artes de Bruxelas. Seu estilo pessoal, que começou sob a influência do simbolismo, marcou a obra dos expressionistas e dos primeiros surrealistas. Este pintor fez parte do “Grupo dos XX”, seleto conjunto de artistas belgas que, a partir de 1883, impulsionaram a vanguarda pictórica.

Top 5 Hotéis

Bélgica, Bruxelas e arredores, Bruxelas

NH Collection Brussels Grand Sablon

18 dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Bélgica, Bruxelas e arredores, Bruxelas

Le Chatelain Hotel

18 dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Bélgica, Bruxelas e arredores, Bruxelas

Hotel Hubert Grand Place

15 dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Bélgica, Bruxelas, Woluwe-Saint-Lambert

Tangla Hotel Brussels

14 dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Bélgica, Bruxelas e arredores, Bruxelas

Steigenberger Wiltcher’s

15 dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa