0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Futebol em Buenos Aires

La Bombonera, do Boca Juniors
Rosto de Diego Armando Maradona grafitado em um muro de Buenos Aires
Futebol em Buenos Aires

A Argentina é um país apaixonado. Pela cultura, pelo tango, pelo mate, pela carne. E pelo futebol, que quase alcança o status de religião não oficial do país.
A Argentina ama futebol. E esse amor vai além da alviceleste, já que os times locais são tão ou mais populares que a própria seleção. Mesmo que muitos jogadores locais façam parte de equipes europeias, a liga argentina é bastante acompanhada. Por tudo isso, ver um jogo em um dos estádios do país é um passeio quase obrigatório que permite sentir toda essa paixão de perto, embalada pelos cantos e pela energia das torcidas.

Buenos Aires é a cidade que tem mais campos de futebol de grandes dimensões do mundo: são 36 estádios com capacidade para mais de dez mil pessoas. Outro dado que confirma o domínio do esporte em território argentino é o fato de 17 dos 30 times de sua primeira divisão serem de Buenos Aires ou da grande Buenos Aires.

Se puder ir a apenas um estádio, visite a Bombonera, localizada no bairro La Boca. É a sede do Boca Juniors, clube recordista de títulos nacionais seguido por uma torcida que corresponde a mais de 50% da população do país. Caso consiga entradas para uma partida entre Boca e River, saiba que verá um espetáculo futebolístico único no mundo (para não dizer insuperável). Outras possibilidades são participar do tour oficial pelo estádio e visitar o Museo de la Pasión Boquense.

O River Plate, segundo time mais importante da Argentina, joga no estádio Monumental Antonio Vespucio Liberti, localizado no bairro de Núnez. Inaugurado em 1938, é o maior do país, com capacidade para 65.000 espectadores. Foi ali que o conjunto nacional venceu a Holanda quando conquistou sua primeira Copa do Mundo, em 1978. O local conta igualmente com visitas guiadas e um museu.

Localizadas em Avellaneda (área metropolitana de Buenos Aires), as casas de outros dois importantes clubes de futebol também merecem uma visita. O Estádio Presidente Perón é uma delas. Conhecida como o cilindro de Avellaneda por seu formato, é a sede do Racing e tem capacidade para 50.000 pessoas. Surgiu em 1950 e não tem museu nem tour organizado, mas aceita visitas mediante contato prévio. Quarto time mais premiado da Argentina, o Racing foi quem adotou primeiro o branco e o azul-celeste em seus uniformes - mesmas cores que, hoje, são adotadas pela seleção.

O Independiente é seu grande inimigo em Avellaneda e joga no Libertadores de América, estádio com capacidade para 41.000 assistentes. Foi sete vezes campeão da Copa Libertadores da América (time latino-americano que mais ganhou esse campeonato) e é um dos clubes mais laureados do mundo. A admiração pela equipe é tão grande que, em 1969, os três tripulantes da nave Apolo 11 levaram bandeiras do time até a Lua. Depois disso, o clube não hesitou em nomeá-los sócios de honra.

San Lorenzo, time do Papa Francisco

San Lorenzo de Almagro é outro clube tradicional de Buenos Aires e o time do coração do Papa Francisco. Seu estádio original, o Gasómetro, foi inaugurado em 1916 no bairro de Almagro, agora conhecido como Boedo. Em 1979, o governo militar expropriou o terreno do edifício, obrigando seus jogadores a usarem campos emprestados. Em 1993, a situação mudou com a abertura do Nuevo Gasómetro ou Pedro Bidegain, lugar com capacidade para 43.000 pessoas e localizado no bairro de Flores (para visitá-lo fora de dias de jogo, faça contato com o clube previamente).

Outros clubes de futebol de Buenos Aires

Além desses cinco clubes históricos, existem outras opções para os amantes de futebol. El Fortín de Vélez Sarsfield, cujo nome oficial é José Amalfitani, pertence ao bairro de Liniers, é um dos mais modernos da cidade e costuma ser usado para outros eventos e partidas de rugby. O estádio do Club Atlético Huracán (Tomas Adolfo Ducó) é outro campo curioso. De estilo inglês, fica no bairro Parque Patricios.