0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

PERGUNTAS FREQUENTES

Qual é a documentação necessária para viajar para Buenos Aires?

É preciso ter um documento de viagem válido e em boas condições, como o passaporte ou o documento de identidade (RG). Os brasileiros estão dispensados de visto para ingressar na Argentina como turista. Porém, passarão pelo crivo de um oficial de imigração, que concederá um prazo legal de permanência que deve ser respeitado, sob pena de cobrança de multa ao sair do país. Esse período é determinado exclusivamente pelas autoridades migratórias argentinas. Para mais informações, visite o site: http://www.mrecic.gov.ar

Como chegar a Buenos Aires?

De avião, é possível desembarcar no Aeroporto Internacional Ministro Pistarini, também conhecido como Aeroporto Internacional de Ezeiza (35 quilômetros do centro), que reúne quase todos os voos internacionais rumo a Buenos Aires. Já o Aeroparque Internacional Jorge Newbery está mais direcionado ao tráfego aéreo regional. Outra possibilidade é pegar uma balsa para a capital argentina nas cidades uruguaias de Montevidéu ou Colônia do Sacramento.

Que meios de transporte conectam os aeroportos ao centro da cidade?

A partir do Aeroporto de Ezeiza, tanto o ônibus executivo da empresa Manuel Tienda León como a van Hostel Shuttle (para quem vai ficar em hostels) são boas opções, chegando ao centro em cerca de uma hora. Para táxi, dirija-se ao balcão da empresa Táxi Ezeiza, autorizada para operar no local. Caso se decida pela rede pública de ônibus, o de número 8 completa o trajeto em mais ou menos duas horas. O Aeroparque Jorge Newbery tem os mesmos meios de transporte; neste caso, os ônibus públicos a pegar são os de número 33 ou 45.

Qual é a melhor época do ano para viajar a Buenos Aires?

O clima de Buenos Aires é geralmente agradável e a cidade pode ser visitada o ano inteiro. Caso queira evitar o calor e o frio excessivo, o ideal é embarcar no início da primavera, de setembro a dezembro, ou no outono, de março a junho.

Como se deslocar na cidade?

O Subte (metrô), o tram e o ônibus são os meios de transporte mais baratos e confortáveis de Buenos Aires. Também é possível pegar táxi e 'remises' (táxis privados, mais seguros). Outra opção, muito acessível a turistas, é o sistema público de aluguel de bicicletas.

Quais são as melhores zonas para se hospedar?

O centro permite estar perto de tudo. Os bairros mais seguros, com lojas e restaurantes, são Palermo, Recoleta e Puerto Madero. Retiro também é uma zona famosa da cidade e está bem conectada com os arredores.

Vale a pena viajar com crianças?

Famílias podem visitar, entre outros, lugares como o Parque de Palermo, o zoológico, o Museu das Crianças, o Museu Argentino do Títere, o Museu Participativo de Ciências ou o Museu de Ciências Naturais.

É obrigatório dar gorjeta?

Nos restaurantes, é normal deixar uma gorjeta de 10% do valor da conta (em dinheiro). Nos táxis, é normal arredondar para cima o preço da corrida.

Quais são os horários habituais dos restaurantes?

Normalmente, abrem todos os dias. O horário de almoço vai das 12h às 15h30 e, o de jantar, das 20h às 24h ou 1h. São poucos os locais que abrem pela manhã, já que os argentinos costumam comer de forma leve pela manhã.

Buenos Aires é uma cidade segura?

É bom ter cuidado com a carteira e as bolsas em zonas movimentadas, evitar bairros muito turísticos durante a noite e não pegar táxi na rua. Recomenda-se não deixar a câmera fotográfica à mostra. A Delegacia do Turista (Comisaría del Turista) de Buenos Aires atende denúncias 24 horas por dia. Tel.: 4309-9700 (extensão: 6422).