0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Beijos sob o sol da Toscana

Vista de Florença.
Cadeados na ponte Vecchio.
Ruas de um povoado toscano.
Casa de campo na Toscana.
Termas de Saturnia.

A Toscana, região italiana da qual Florença é capital, é um dos destinos mais procurados para uma viagem romântica. O primeiro passo é deixar um cadeado na ponte Vecchio como símbolo do amor.
Quando a escritora norte-americana Frances Mayes decidiu dar um novo rumo à sua vida depois de um divórcio e de capturar em livro suas aventuras ao reformar uma casa em Cortona, nem imaginava que iria atrair românticos de todo o mundo para a Toscana. A verdade é que parte da culpa pode ser atribuída ao filme "Sob o Sol da Toscana", rodado em 2004 a partir de seu livro e protagonizado por Diane Lane. A popularidade do livro e do filme fez com que a Toscana e a Florença fossem incluídas no grupo de lugares mais românticos do mundo ao lado de cidades como Veneza ou Paris.

Como consequência, a Toscana tornou-se um dos principais lugares para passar o Dia de São Valentim. É também muito procurada para celebrar aniversários de casamento ou realizar uma escapada romântica em casal. Uma de suas vantagens é que pode ser visitada em qualquer época do ano graças às suas agradáveis temperaturas.

Se pensa fazer um passeio romântico, a ponte Vecchio, uma ponte medieval sobre o rio Arno, será certamente um lugar obrigatório em Florença. É lá que os casais apaixonados atam um cadeado com suas iniciais. Este costume que simboliza o amor foi registrado pela primeira vez por um conto sérvio da Primeira Guerra Mundial, apesar de terem sido os romances de Federico Moccia e suas adaptações para o cinema que o generalizaram em pontes de toda a Itália. A ponte Vecchio tem a vantagem de permitir que você, depois de fechar o cadeado, compre um anel ou aliança nas numerosas joalherias distribuídas ao longo da rua sobre a ponte. Não será o primeiro pedido de casamento do local, mas certamente será muito romântico e o “sim” estará garantido.

O caminho romântico pode continuar até a Piazzale Michelangelo, um mirante situado sobre uma colina de onde se tem uma vista única sobre a cidade. Outro lugar altamente recomendado é o Jardim de Boboli, atrás do Palácio Pitti. Suas grutas, fontes e caminhos cobertos por árvores são perfeitos para declarar seu amor. Qualquer canto em Florença é romântico, desde a Piazza del Duomo a qualquer “trattoria” ou café ao longo do Arno.

Além disso, a região está repleta de poéticos povoados medievais como Lucignano, entre Siena e Arezzo. Lá se localiza a “árvore do amor'”, obra de ourivesaria gótica decorada com corais e cristais de rocha. O lugar costuma receber casais que estão para dizer o “sim, quero” e para, em troca, receber sorte e felicidade. Independentemente de símbolos e lendas, passear sob o sol da Toscana é um verdadeiro prazer que merece ser compartilhado.

Hospede-se em um castelo ou uma casa de campo

A Toscana permite dormir em casas centenárias rodeadas por ciprestes onde é possível tomar uma taça de vinho vendo o pôr do sol acontecer atrás das colinas. Ou então ficar alojado em um castelo no alto de uma povoação de ruas de paralelepípedos, cafés escondidos e igrejas de pedra. As opções para encontrar pequenos quartos charmosos, equipados com piscina e restaurante, são intermináveis. São a desculpa perfeita para se esconder do mundo, criar um ninho de amor e sair apenas para participar de uma aula de culinária ou degustação de vinhos.

Pacíficas águas termais

A região da Toscana é rica em águas termais. Desde as termas de Petriolo, as mais próximas de Florença, até Saturnia. A região tem inúmeros lagos, piscinas naturais, cachoeiras e fontes de água a serem aproveitados a dois com temperaturas confortáveis durante todo o ano. Isso desde os 25ºC em Montecatini, uma das termas mais belas, até os 54ºC das águas sulfurosas de Bagni di San Filippo, onde se banhava Lorenzo, o Magnífico. No vale de Orcio, perto de Siena, existem várias termas públicas com entrada gratuita. As de Bagno Vignoni já eram utilizadas pelos etruscos.