0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Informações úteis

Informação turística

Há postos de informações turísticas no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (das 9:00 às 21:00), Rodoviária (6:30 às 18:30) e Terminal Urbano (7:00 às 18:30). A Praça Getúlio Vargas, no centro, tem dois postos, com atendimento das 7:00 às 23:00.

Webs de interesse

- Departamento de Turismo de Foz do Iguaçu: www.fozdoiguacudestinodomundo.com.br - Cataratas do Iguaçu: www.cataratasdoiguacu.com.br - Turismo do Paraná: www.turismo.pr.gov.br/modules/turista-pt

Táxis

Os táxis têm cor branca e encontram-se facilmente por toda a cidade. Têm taxímetro, mas, para qualquer dúvida sobre as tarifas, consultar os postos de informações turísticas.

Ônibus

Há muitas linhas de ônibus diurnas e apenas três noturnas. O serviço funciona bem, inclusive para deslocamentos internacionais. Os horários e itinerários, bem como alteração do serviço em dias especiais, podem ser consultados no http://www.pmfi.pr.gov.br/conteudo/?idMenu=570

Correios

Foz do Iguaçu tem duas agências no centro da cidade que abrem de segunda a sexta: uma na Av. Brasil, 1318, que funciona das 9:00 às 18:00, e outra na R. Santos Dumont, 1643, das 9:30 às 17:00.

Gorjeta

A gorjeta não é obrigatória, mas como em todo o país, toda conta vem com dez por cento de serviço incluído, com pagamento facultativo.

Etiqueta

Não há restrições de roupas para entrar no Templo budista Chen Tien, mas um sinal de respeito é cobrir ombros e joelhos. Para o passeio de barco e mesmo para o parque das Cataratas o ideal é levar uma capa de chuva.

Preços de referência

As entradas nos parques custam em média R$50. Passeios entre R$80 e R$150. Uma refeição custa entre R$25 e R$40; chopp entre R$7 e R$9.

Telefones de emergência

- Foz do Iguaçu: Samu: 192. Polícia: 190. - Ciudad del Este, Paraguai: Ambulância: 141. Polícia turística: +595 (061) 502-715 ou 911 (nacional). - Puerto Iguazú, Argentina: Ambulância: +54 (03757) 420288 ou 107. Polícia: +54 (03757) 421141 ou 107 (nacional).

Fronteira e aduanas

Há postos de aduanas nas fronteiras e a parada é obrigatória para fiscalização, mas nem sempre é preciso sair do carro. Para quem vem do Paraguai, o limite de compras é de 300 dólares. Caso supere, será cobrado um imposto sobre o excedente, o equivalente a 50% do valor. Na fronteira com a Argentina, de praxe, pede-se os documentos pessoais, documento do carro e carta verde (seguro internacional). Em ambos os postos há controles de armas, cigarros, drogas e bebidas alcoólicas. Caso tenha dúvidas se a câmera de fotos que leva pode ser barrada ao voltar ao Brasil, consulte o posto da Receita Federal antes de sair do país. Maiores informações no http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/viagens-internacionais/guia-do-viajante/entrada-no-brasil/cota-de-isencao-duty-free-e-bagagem-tributavel