0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Paraguai e seus paraísos secretos

Caverna Kambá Hópo, uma das cavernas de Vallemí
Visitante faz snorkel em um dos lagos Ojo de Mar
Dunas de San Cosme y Damián
Pôr do sol no Pantanal Paraguaio
Lagoas salgadas Campo María

queulat00 on Foter.com / CC BY Rodrigo_Soldon on Foter.com / CC BY-ND

Um vizinho pequeno e desconhecido esconde belas cachoeiras e reservas naturais que valem a pena conhecer, mesmo se for só para comparar com as do Brasil.
Paraguai sempre foi sinônimo de compras baratas e, apesar de (ainda) não ser referência em belezas naturais e turismo, possui vários parques e reservas que são dignos de uma visita. Existem opções de passeio para todos os gostos: serra e montanha, cachoeiras, compras, excursões ecológicas e até mesmo praias — de água doce, é claro.

Há muitos lugares inesperados, que surpreendem pela beleza, como as Cavernas de Vallemi, por exemplo. Na cidade de San Lazaro, quase fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul, há uma atração natural bem peculiar, com estalactites altas e apenas uma entrada principal. O acesso às cavernas se dá por meio de pequenas lanchas. Há quatro grutas no complexo, uma delas com árvores de grandes raízes e partes a céu aberto. O acesso é permitido apenas com guias.

Outro local único no Paraguai é o lago Ojo del Mar. Na colônia Rinconada de Pedro Juan Caballero, um paraíso de águas doces transparentes que surgiu após uma erupção, há 250 milhões de anos a.C, se encontram espécies raras, como o crocodilo branco ou jacaré moroti, e muitos peixes. Se desconhece a profundidade do lago, que tem 100 metros de diâmetro e está sempre cheio.

Já para encontrar uma paisagem de tirar o fôlego o visitante deve ir até as dunas de San Cosme y Damián. Pode-se dizer que são parecidas às dunas do Ceará, alaranjadas e próximas à água, apesar de que aqui a água é doce e as ilhas de areia se formam no meio do rio Paraná. Essas montanhas de areia, que surgiram após a criação da represa, chegam a mais de 30 metros, como as que se encontram no meio do lago Yacyretá. Para chegar até elas é preciso percorrer uma hora em barco.

A imensidão e diversidade do Brasil ofuscam, muitas vezes, a oferta turística dos países latinos menores, como é o caso do Paraguai. Ainda que não sejam paragens internacionais, essas paisagens são procuradas pelos próprios uruguaios, o que anuncia sua peculiaridade diante outros destinos de acesso mais fácil ou de apelo mais turístico.

Lagoas salgadas

Na zona conhecida como Chaco Paraguaio, famosa no país pelas belas paisagens, estão localizadas as lagoas de água salgada Campo María. As águas alternam períodos de maior e menor salinidade, dependendo da quantidade de chuvas e água escoada ao rio Habitat natural de muitas aves, a zona é um parque privado que pertence a uma cooperativa de carne e laticínios paraguaia.

Pantanal Paraguaio

O Pantanal, que também abrange parte do Brasil e da Bolívia, tem sua porção paraguaia na zona de Fuerte Olimpo. As cheias e vazões dos rios inundam e transformam o território, onde se refugiam diversos tipos de aves, peixes e outros animais. Lagos com vitórias régia, pequenos morros completamente tomados de vegetação, o alçar das aves no final da tarde e diversas cores de pôr do sol, são algumas das imagens que esse destino deixa na lembrança.