0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Dias de vermute e tapas

Bar em Madri
Mercado de San Ildefonso
Espaço do Mercado de San Ildefonso
Tapas
Pintxo

Tanto ao meio-dia como à noite, são cada vez maiores as possibilidades de escolha para 'ir de tapas' por Madri, tanto por bares tradicionais como por mercados gourmet.
No roteiro das cidades onde os bares oferecem uma tapa gratuita com a bebida, Madri não é tão famosa quanto Granada e Segóvia, por exemplo. Mas, mesmo assim, na capital espanhola, é comum acompanhar cada rodada de bebida, por conta da casa, com, pelo menos, umas batatas fritas ou azeitonas. De qualquer forma, esse costume não é muito conhecido, embora esteja se popularizando no boca a boca graças a estabelecimentos onde é comum, por exemplo El Respiro, Los Crustáceos, El Tigre, El Rincón Abulense e Entre Cáceres y Badajoz, onde as porções são generosas e incluem pratos tradicionais e substanciais, indo da paella a salsichas e anchovas fritas. O que também é comum é ser o garçom quem decide por nós.

Para acompanhar uma tapa, a cerveja bem gelada é a bebida mais comum, sem esquecer, claro, o copo de vinho. Aos domingos, contudo, a tradição de tomar vermute vem sendo resgatada, sejam os vermutes tradicionais de torneira, sejam os alternativos, preparados com vermutes engarrafados de procedências diversas. Por causa do maior volume de álcool, o vermute exige uma tapa mais elaborada. Na capital espanhola, a oferta de 'pintxos' não é o mais comum, embora, em alguns bares madrilenhos, também seja possível encontrar tapas mais sofisticadas para consumir no momento.

Diz-se que os bares tradicionais deram lugar aos 'gastrobares' e, por isso, muitos restaurantes complementaram sua oferta principal com a possibilidade de experimentar, no balcão ou em mesas altas, pratos para compartilhar. Porém, para pedir os clássicos 'soldaditos de pavía', batatas bravas, croquetes, lula ou pratos mais elaborados, ainda não se perdeu o costume de se deslocar, aos fins de semana, até regiões como La Latina, Plaza de Santa Ana ou arredores da Plaza Mayor.

Nos últimos anos, a oferta gastronômica madrilenha aumentou e internacionalizou-se. Os melhores cozinheiros da capital usam técnicas e produtos orientais ou americanos, e a cozinha de fusão tomou conta da oferta culinária da cidade. Não é por acaso que o Punto MX, primeiro restaurante mexicano da Europa a ganhar uma estrela Michelin, está em Madri. Esta variedade de propostas também veio acompanhada por uma nova forma de conceber o setor alimentício: os mercados gourmet. O Mercado de San Miguel foi o pioneiro e, devido à sua localização e à sua arquitetura de ferro, continua sendo um dos mais concorridos. Seguiram-no, em outras regiões de Madri, o Mercado de San Antón, o Mercado de Torrijos, o Mercado de San Ildefonso e o Mercado de Moncloa, para citar apenas alguns exemplos que têm a mesma filosofia. Todos eles reúnem, em um prédio de vários andares, uma grande variedade de restaurantes e pontos de venda tradicionais com direito a levar o que preparam ou a consumir ali mesmo, no balcão ou em mesas comuns aos diferentes estabelecimentos. Este formato de funcionamento permite escolher o que mais nos agrada comer de cada ponto de venda. Produtos de qualidade e um interior muito bem cuidado são sinais da esmero apresentados por esta oferta gastronômica fora da rua.

O sucesso destes mercados tem sido tão grande que muitos chefs não quiseram deixar passar a oportunidade de eles próprios oferecerem ali pequenas amostras de suas cozinhas, em um ambiente relaxado e de passagem. Na área Gourmet Experience do El Corte Inglés da rua Serrano, reuniu-se a cozinha de fusão asiática de David Muñoz, único cozinheiro, em Madri, com três estrelas Michelin, os caprichos mexicanos do Punto MX e os sorvetes de Joan Roca, um dos proprietários do El Celler de Can Roca, considerado o melhor restaurante do mundo em 2015. No mercado Platea, há tapas, coquetéis e propostas doces concebidas por Ramón Freixa, Paco Roncero, Pepe Solla, Marcos Morán, Alejandro Montes e Diego Cabrera.

Platea, um teatro de tapas

A originalidade do Platea está no fato de seus restaurantes e bares estarem localizados em um antigo cinema reformado que mantém a estrutura do cenário, as cadeiras e o palco, e onde ainda se realizam apresentações musicais e projeções. Este espaço gastronômico conta com propostas de várias nacionalidades, bem como pratos clássicos espanhóis, áreas de coquetéis e restaurantes. O ambiente é mais tranquilo do que em outros 'gastromercados' da capital. Situado na região de Colón entre a rua Serrano e a Castellana, o Platea aposta em produtos selecionados, como os da pastelaria e da frutaria que se veem da rua.

Mercado de San Ildefonso, um ambiente jovem

Na popular rua de Fuencarral, entre os bairros de Chueca e Malasaña, encontra-se um dos mercados mais alternativos para petiscar. A oferta gastronômica inclui tortilla, hambúrgueres, queijos, espetinhos, mariscos chouriços, entre outros. É possível pedir para levar, para consumir na mesa ou, se tiver sorte, para desfrutar dos pratos em qualquer uma de suas duas sacadas. O Mercado de San Ildefonso destaca-se pela estética industrial do edifício e por sua inspiração urbana. O ambiente costuma ser movimentado e animado.

Top 5 Hotéis

Espanha, Comunidade de Madrid, Madri

Artiem Madrid (ex Arturo Soria Suites)

30 março 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Espanha, Comunidade de Madrid, Madri

Room Mate Laura

31 março 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Espanha, Comunidade de Madrid, Madri

Catalonia Las Cortes

31 março 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Espanha, Comunidade de Madrid, Madri

Atlántico

02 abril 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa
Espanha, Comunidade de Madrid, Madri

Gran Meliá Palacio de los Duques (ex Tryp Ambassador)

30 março 2019, 2 noites, 2 Pessoas, De acordo com o programa