0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Miami ao natural: explore o Parque Nacional dos Everglades

Parque Nacional dos Everglades
Vista aérea do Parque Nacional dos Everglades
Coruja no Parque Nacional dos Everglades
Anhinga Trail
Jacaré nos Everglades

O azul da água é a primeira cor que cativa o visitante, mas o verde dos parques tem o mesmo efeito.
Em Miami, também é possível se divertir sem ir à praia: basta visitar o Parque Nacional dos Everglades. Trata-se da zona mais selvagem dos Estados Unidos, declarada Patrimônio da Humanidade e Reserva da Biosfera pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). É um terreno pantanoso de aproximadamente 6.000 quilômetros quadrados, sendo o terceiro maior da área continental do país.

A entrada para o parque fica a apenas 72 quilômetros do centro de Miami (uma hora de carro). E a primeira coisa que nos surpreende no local é a vegetação, bastante extensa. Os famosos pântanos são o cômodo lar de diversos animais: cobras, crocodilos, panteras e aves diversas. O parque é tão grande que é recomendável fazer um tour guiado com alguma das empresas ali estabelecidas. Você também pode pedir informações no posto de ajuda aos visitantes, onde serão explicadas todas as atividades disponíveis no parque: caminhada, trilha, caiaque, rota em bicicleta, pescaria e muitas outras.

Nesse centro, começa o percurso que é, provavelmente, o mais conhecido do Parque Nacional dos Everglades. Seu nome é Anhinga Trail e possui 1,3 quilômetros de extensão. É um caminho prático e seguro que garante a vista de animais. Quase a totalidade do trajeto pode ser feita em uma ponte de madeira sobre a água. Portanto, não será difícil ver crocodilos e tartarugas.

Existe ainda outro caminho desenhado para quem vai ao lugar. Trata-se uma rota circular de 24 quilômetros que pode ser percorrida em uma espécie de bonde. Durante o trajeto de cerca de duas horas, os especialistas oferecem todo o tipo de explicações sobre a flora e a fauna do Everglades. No passeio, é possível entrar em uma torre de vigilância e apreciar a paisagem do parque a partir de seu ponto mais alto. Se preferir um meio de transporte sem motor e independente, faça o mesmo caminho de bicicleta.

Para os fanáticos da água, existe a opção de explorar mangues em caiaque. Há várias rotas aquáticas criadas com diferentes durações e níveis de dificuldade. Diante de tanta oferta e tantas coisas para ver, é lógico pensar que um dia é pouco para visitar todo o parque. Por essa razão, as autoridades locais permitem acampar em seu interior, embora seja preciso pedir autorização prévia.

No Everglades, você ainda pode percorrer os pântanos a toda velocidade a bordo de um aerodeslizador (veículo que se apoia em um colchão de ar). Como é possível ver, não há praia neste paraíso natural da Flórida: algo de que ninguém sente falta.

See you later, alligator

Esta é uma expressão usada nas zonas dos Everglades povoadas por crocodilos. Nas visitas guiadas a estes lugares, são habituais os espetáculos com serpentes e jacarés. O guia costuma se colocar sobre o animal e brincar com sua mandíbula para dar emoção às conversas. Depois, você pode pegar um filhotinho desses perigosos répteis para tirar uma foto. Só não se apegue muito a ele porque, mais tarde, não vai querer experimentar o hambúrguer de crocodilo, prato típico servido na região.

Conselhos para visitar o parque

Se, durante a visita aos Everglades, quiser avistar o maior número de animais possível, recomendamos não ir no verão. Com o calor, é mais difícil ver todos eles. Não se esqueça de levar protetor solar, repelente de mosquitos e água. Sobretudo, cuidado com abutres, pois eles têm o costume de morder os acessórios dos carros (limpador de parabrisa, borrachas das janelas, etc.). O melhor é cobrir o veículo com lonas que o próprio parque oferece.