0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Estive em Nova Déli e me lembrei de você

Coloridos sáris tradicionais
Tatuagem de henna.
Banca de um mercado de Nova Déli
Nehru Place
Spice market

varunshiv on VisualHunt.com / CC BY

Voltar da Índia e não trazer a mala cheia de presentes é um pecado. As compras são exóticas e acessíveis.
Não é difícil encontrar suvenires da Índia na sua capital porque os mercados, abertos ou fechados, são muitos. Desde especiarias até tecnologia, não há desculpa para não levar recordações curiosas desta viagem. E não esqueça que pechinchar é a moeda de troca. Os objetos mais apreciados são os tecidos por sua tradição e pela boa qualidade: seda de Benarés e Kanchipuran, lã de Cachemira (tapetes, pashminas), algodão do Rajastão de cores vivas ou os desbotados de Madras.

O local mais central e com mais tradição chama-se Mercado de Janpath. Fica em Connaught Place: o grande centro da cidade repleto de escritórios, hotéis, restaurantes e até um shopping subterrâneo (Palika Bazar). São centenas de sáris, as roupas típicas indianas, bijuterias e tapetes. Dilli Haat é o bazar indiano por excelência e formado por 62 bancas que oferecem produtos típicos do país: artesanato, antiguidades, tapetes, móveis, bijuterias e roupas. Se nunca pechinchou, precisará aprender, pois os vendedores costumam triplicar o preço dos produtos. É um bom lugar para experimentar as especialidades indianas, já que a oferta gastronômica é tentadora e variada. Sem sair de lá, escolha entre os sabores das diferentes regiões do país: desde kebab até frango de Nagaland. A entrada custa 20 INR (e as crianças pagam 10 INR).

O maior mercado informático da Índia fica em Nehru Place, onde você encontrará uma ampla oferta de laptops, impressoras, discos rígidos e periféricos de marcas conhecidas. Também poderá ter acesso a celulares, cartões SIM, baterias, câmeras e consertos, tudo sempre a bom preço. Milhares de pessoas passam por lá diariamente, onde também é frequente pechinchar. Convém examinar com cuidado cada item do seu interesse: as características, o preço e a garantia.

E o que inicialmente era uma colônia para refugiados do Tibete se tornou, hoje, um bazar conhecido como o mercado tibetano, entre o Hotel Jan Path e Connaught Place. Tem bons preços e os produtos (artesanato, pedras semipreciosas, joias, roupas e peles) são bastante acessíveis. Também é possível experimentar a cozinha tibetana nos restaurantes à sua volta desde que não seja segunda: único dia em que o mercado não abre.

Já no bazar caótico e ensurdecedor de Paharganj, você vai achar um pouco de tudo: esculturas de madeira, incensos, vários tecidos, livros novos e usados e chás. Porém, se estiver procurando pele de qualidade a um bom preço, não deixe de visitar o mercado russo, o paraíso do couro. Calçado, casacos, malas, carteiras... Tudo com uma excelente relação entre qualidade e preço.

Subindo a partir do Forte Vermelho pela Chandni Chowk, onde se encontra um dos mercados mais famosos de Nova Déli, você chegará à rua Khari Baoli, o paraíso das especiarias e ervas aromáticas. Dezenas de coloridas e aromáticas lojas de alimentos e bancas de condimentos atraem todos os olhares. Lá, há a opção de comprar especiarias a granel ou massalas (mistura de especiarias). Também é possível adquirir quantidades reduzidas, embaladas pelos comerciantes a vácuo para você poder transportar na viagem.

Suvenir nas mãos

Se você quiser levar uma recordação pessoal da Índia, pode fazer uma tatuagem de henna nas mãos, como fazem as noivas indianas quando se casam. Nos mercados, há muitos tatuadores. Algumas vezes, fixam um preço; em outras, você mesmo pode pagar quanto quiser. Se preferir não se tatuar mas os artistas insistirem muito, algo comum em Nova Déli, diga que tem alergia na pele... Eles não o incomodarão mais.

O que não comprar

Há objetos que não podem sair do país, como aqueles feitos com a pele de animais protegidos (como serpentes) ou o marfim de elefante, que constitui um comércio ilegal há décadas mesmo que continue a ser praticado. Quanto às antiguidades, não podem ter mais de 100 anos e é recomendável adquiri-las em lugares certificados, já que as falsificações são bastante comuns. Também não é permitido levar moedas de ouro e bronze e pedras preciosas.