0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Autêntica comida chinesa

Pato
Cardápio tradicional com pato em um restaurante de Pequim
Dumplings
Banca de rua em Pequim
Tanghulu

O cardápio de Pequim e de outras regiões do país faz sucesso em todo o mundo, mas o que chega aos nossos pratos pouco tem a ver com a verdadeira comida chinesa.
Sendo um país tão vasto, não podemos falar de um único tipo de comida chinesa. Cada região tem sua forma de cozinhar, seus ingredientes principais e suas próprias formas de preparo. No entanto, a culinária de Pequim é uma das mais populares e, ao mesmo tempo, a mais exportada para outros países. Além dos pratos pequineses, o potencial econômico e social da capital faz com que alguns dos melhores chefs do país se estabeleçam por lá e abram seus restaurantes, fato que nos permite provar praticamente todas as variantes da cozinha chinesa.

Talvez a estrela da cozinha pequinesa seja o pato laqueado, também chamado de pato pequinês. Uma imagem muito habitual nos mercados da cidade são as fileiras de aves suspensas por um gancho, reluzentes e inchadas. Isto se deve à preparação: são esvaziadas, infladas para que a pele se separe da carne, fritas e cobertas com mel. São assadas quando ainda estão suspensas no gancho. O segredo deste prato é obter uma pele crocante e reluzente. Como servem o pato? Se for em um restaurante, é habitual que o garçom corte a ave em pedaços na presença do cliente. É comido enrolado em pequenas massas de crepe com cebolinha e molho de ameixa. Os locais mais típicos para apreciar esta iguaria são os restaurantes Dadong Roast Duck e o Made in China, no interior do hotel Grand Hyatt.

O frango ao estilo kung pao é outro prato típico, embora não seja de Pequim, mas da região de Sichuan. O frango é misturado com legumes e amendoins em um wok, e seu toque especial picante vem da pimenta malagueta. Em Jin Ding Xuan, estão os especialistas em seu preparo. O mais famoso fica muito próximo ao Templo dos Lamas. Lá também é possível encontrar dim sum ou dumplings, típicos do sul do país, que estão entre as entradas mais comuns nos restaurantes chineses. São pequenas empadas cozidas ao vapor que podem ser recheadas com praticamente qualquer ingrediente: legumes, porco, frango ou gambás, por exemplo. Uma versão muito parecida são os wonton, um meio termo entre empada e ravióli. Na China, são geralmente servidos como ingredientes de uma sopa, outro dos pratos favoritos dos pequineses, e quase sempre acompanhados por noodles.

Outro dos costumes gastronômicos típicos dos restaurantes de Pequim é compartilhar os pratos. Em algumas mesas, há tabuleiros giratórios no centro para que todos os clientes possam provar as diferentes iguarias. Cada um tem um recipiente de arroz para si, e o resto é compartilhado. Em todo o país, é muito habitual o hot pot, uma espécie de fondue, mas com um caldo quente como elemento inconfundível. Ele é colocado no centro da mesa para que seja possível mergulhar nele iguarias como peixes, legumes e carnes, dependendo da região do país. Depois de cozidos, são degustados com diferentes molhos.

Estes são apenas alguns exemplos dos pratos mais comuns da China, a autêntica comida que você encontrará nos restaurantes de Pequim. Se conseguir dominar os pauzinhos… Bom apetite!

Não tão típico

A gastronomia chinesa também costuma ser associada a algumas excentricidades, pelo menos do ponto de vista ocidental. Os mercados de Pequim estão cheios de escorpião, lagarto e estrela-do-mar. Mas a verdade é que estas espécies não fazem parte do cardápio comum pequinês e são, especialmente, uma atração para os turistas. Se, mesmo assim, você quiser experimentar, recomendamos a Wangfujing Snack Street. Depois de provar o escorpião frito, passe para um doce como o tanghulu, espeto de fruta caramelizada que também pode ser encontrado nas barraquinhas de Wangfujing.

Para todos os gostos e carteiras

Para os viajantes, um dos atrativos da gastronomia pequinesa é sua variedade. E não falamos apenas de ingredientes. Na capital chinesa, é fácil encontrar opções para comer quase a cada esquina. Desde uma pequena barraquinha com comida até restaurantes gourmet e passando por mercados de rua como o Donghuamen Night Market, nos quais triunfam os espetos. Além disso, há cada vez mais locais que oferecem comida internacional para os paladares que preferirem dar uma pausa no pato pequinês.