0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Serra Catarinense

Serra do Rio do Rastro
Cânion em Bom Jardim da Serra
Pedra rachada
Serra do Corvo Branco
Vista da Pedra Furada desde o Morro da Igreja

A apenas duas horas da praia
A Serra Catarinense fica bem próxima do litoral, a apenas duas horas, e pode ser uma viagem interessante para o visitante que quiser conhecer cânions e ver belas paisagens além das praias. São vinte municípios que oferecem atividades de ecoturismo, em altitudes diversas, e no inverno tem até neve. Aqui sugerimos três zonas com belas paisagens e algumas atividades: a Serra do Rio do Rastro em Lauro Müller, com uma estrada sinuosa que lembra as curvas de uma montanha russa; o Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra; e a Serra do Corvo Branco, com paredões capazes de fazer qualquer um se sentir uma formiguinha.

A Serra do Rio do Rastro é uma das mais conhecidas. O caminho corta as montanhas em faixas de asfalto que parecem ter sido criadas para afetar o menos possível os morros. A ‘dança’ da pista faz com que a viagem seja bem lenta, tanto que é possível tirar fotos durante o passeio. Dá para apreciar as araucárias, as cachoeiras, que ficam congeladas no inverno, e os campos ondulados, chamados coxilhas.

O trajeto começa em Lauro Müller e termina em Bom Jardim da Serra e tem apenas quinze quilômetros. O ponto alto da visita é o Cânion do Funil, cujo acesso se dá através de uma trilha majoritariamente plana de sete quilômetros. É preciso um guia para fazer o percurso a pé e saiba que, nos dias de vento forte, a caminhada fica bem pesada para quem não está acostumado a fazer trekking. Algumas agências de ecoturismo locais organizam excursões para praticantes de rapel e canoagem, além de pesca da truta.

A 828 metros acima do nível do mar encontra-se o Morro da Igreja, também em Bom Jardim da Serra. Há alguns anos o morro entrou em uma espécie de ‘competição’ entre os municípios vizinhos, para ver a qual pertencia. Do topo se tem uma vista da Pedra Furada, que fica na cidade de Orleans, e dos morros de Urubici. Mesmo sendo gratuito, é preciso pegar uma autorização diretamente no ICMBio, pois é permitida a entrada de apenas 200 carros por dia no Parque Nacional de São Joaquim, onde ficam as atrações. Maiores informações: http://www.icmbio.gov.br/parnasaojoaquim/guia-do-visitante/21-ingressos.html

Por último, a Serra do Corvo Branco, que fica a 30 quilômetros do centro de Urubici, a 1.470 metros de altitude. A particularidade dessa atração é uma fenda de 90 metros de altura, praticamente uma rocha cortada. É possível passar pelo meio e se sentir pequeno diante da obra da natureza. A estrada que passa pela serra vai até a cidade de Grão Pará, sendo que a segunda metade do trajeto é de terra. O trecho asfaltado nem sempre está em boas condições, principalmente quando chove muito. E convém fazer o passeio pela manhã, pois à tarde geralmente há sombra em um dos lados da fenda e fica mais difícil de tirar fotos.

Onde se hospedar

Há alguns hotéis-fazenda e pousadas que atendem os visitantes em todas as localidades que ficam ao redor do Parque Nacional de São Joaquim, mas são poucas estruturas e as mais econômicas costumam ficar cheias nos finais de semana. Então vale reservar com antecedência. São Joaquim é uma cidade que concentra vinícolas abertas à visitação e degustação de vinhos, um atrativo a mais para quem se hospedar por lá. Lauro Müller tem a Pousada Costão da Serra. Bom Jardim da Serra tem o Hotel Fazenda Rota dos Cânions. Em Uburici, o Urubici Park Hotel, no centro da cidade. Lages, um pouco mais distante das atrações citadas nesse artigo, é a cidade que tem melhor infraestrutura e mais opções.

Rota das Cachoeiras

Para quem estiver mais ao norte do Estado, há outra região que tem uma geografia parecida, ainda que em menor escala. A Serra de Corupá fica a pouco mais de uma hora de Joinville, e é o paraíso dos amantes de quedas e cascatas. Uma opção de passeio é percorrer a Rota das Cachoeiras para conhecer as belezas naturais da zona. Há quatorze quedas acessíveis através de uma trilha bem estruturada de quase três quilômetros, ao longo do Rio Novo. A estrada que dá acesso à trilha sai do trevo principal de Corupá, tem quatorze quilômetros e é toda em cascalho, com indicações da Rota das Cachoeiras em todo o percurso.

Top 5 Hotéis

Brasil, Brasil - Região Sul, Imbituba

Pousada Areias do Rosa

19 agosto 2020, 2 noites, 2 Pessoas, Só alojamento
Brasil, Brasil - Região Sul, Imbituba

Vida Sol e Mar Ecoresort

19 agosto 2020, 2 noites, 2 Pessoas, Café da manhã
Brasil, Brasil - Região Sul, Imbituba

Residencial encantos do rosa

14 agosto 2020, 2 noites, 2 Pessoas, Só alojamento
Brasil, Brasil - Região Sul, Imbituba

Pousada Kalani

16 agosto 2020, 2 noites, 2 Pessoas, Só alojamento
Brasil, Brasil - Região Sul, Imbituba

Pousada Bungalow

19 agosto 2020, 2 noites, 2 Pessoas, Café da manhã