0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Recife Antigo em um dia

Rio Capibaribe, no Recife Antigo
Mesas coloridas de um bar, no Recife Antigo
Ponte Maurício de Nassau, um dos acessos ao Recife Antigo
Edifício histórico na praça do Marco Zero
Vista do Parque das Esculturas

Roteiro pelo centro histórico da capital pernambucana
O Recife Antigo tem muitas atrações que valem ser vistas, mas para fazer tudo em um só dia é preciso escolher os pontos mais relevantes. Essa sugestão de passeio é um roteiro pelo centro histórico para ser feito a pé, começando logo cedo e que vai até o final da tarde, passando por dez locais interessantes para visitar. Para quem ainda tiver energia, dá para esticar e incluir algum barzinho ou casa noturna no pacote.

Começando pela Praça do Arsenal, visitar o Paço do Frevo, um dos museus mais importantes da cidade, com entrada gratuita às terças e no primeiro domingo de cada mês. O local tem escola de música, aulas de dança, centro de documentação e salas de exposições no térreo e no terceiro andar. Outro ponto interessante nas redondezas é a Torre Malakoff, uma construção da Marinha de 1853 e um dos centros culturais de referência em Recife onde são realizadas mostras, sempre com entrada gratuita. A Embaixada de Pernambuco - Bonecos Gigantes de Olinda fica na mesma praça. Para quem quer ver um pouco do carnaval pernambucano mesmo visitando a cidade fora da temporada da festa. São 63 bonecos gigantes expostos, que representam personagens como Luiz Gonzaga, Papa Francisco, Chacrinha, Silvio Santos, Ayrton Senna, Neymar, entre outros. O acervo completo conta com 300 figuras e a entrada custa R$15.

Para o almoço, duas sugestões nas proximidades. Uma é o Paço Alfândega, hoje um shopping, mas que manteve parte da construção original, de 1732, e por isso já vale a pena a visita. Outra é a rua da Moeda, também com casarões históricos que hoje são restaurantes e bares, uma zona bem movimentada no Recife Antigo. Logo ali, para caminhar depois de comer, na Rua Alfândega, tem a Igreja Matriz Madre de Deus, com altar em estilo rococó.

Após a pausa, seguir pela Rua do Bom Jesus em direção ao Marco Zero, com parada na sinagoga mais antiga das Américas, a Kahal Zur Israel. Há visitas guiadas para o visitante entrar no mundo da cultura judaica. A entrada custa R$10. Durante a caminhada o visitante irá apreciar os edifícios históricos da Praça Rio Branco, que é o nome oficial do Marco Zero. Esses prédios hoje abrigam fundações culturais, como O Santander Cultural e a Caixa Cultural, à beira do rio Capiberibe. Também com programação cultural, podem ser visitados gratuitamente. A praça tem uma rosa dos ventos desenhada no centro e, desde esse espaço aberto, é possível apreciar o Parque das Esculturas, outra atração do Recife Antigo. Para conhecer de perto as obras a céu aberto do artista Francisco Brennand basta pegar uma barquinha, que custa R$5. O Centro de Artesanato de Pernambuco, uma loja enorme com inúmeras opções de objetos de decoração e lembrancinhas, também fica logo ali, para concluir o roteiro pelo centro histórico fazendo algumas comprinhas.

Happy Hour

O ‘Bodega de Véio’ é um bar famoso de Olinda que tem uma unidade no centro do Recife, na avenida Barão do Rio Branco, 328. O estabelecimento abre de terça a domingo a partir das 10:00. Um ótimo lugar para fazer happy hour e se refrescar depois do passeio. Oferece petiscos como sanduíche de cupim, moela de frango e linguiça matuta, as estrelas do cardápio.

Noite festeira

Para continuar a noite, o Burburinho é a melhor opção. Sexta e sábado tem bandas cover no palco, principalmente de rock internacional, mas o local é animado de terça a domingo. Bem próximo ao Marco Zero, na rua Vigário Tenório, 185.