0800 940 8840
Horário de atendimento:
24 horas
TUI DE

Alcatraz, a prisão mais famosa da história

Cabeças de papel utilizadas para a famosa fuga de Alcatraz.
Ilha de Alcatraz em São Francisco.
Celas da prisão de Alcatraz.

Está fechada há 50 anos, mas continua dando o que falar. Foi a residência temporária do gângster Al Capone e cenário da fuga mais famosa de todos os tempos.
Criminosos célebres cumpriram pena atrás de suas grades e, apesar de ser uma prisão de segurança máxima, foi nela que aconteceu a fuga mais famosa da história, ainda pendente de ser solucionada. Mesmo fechada, Alcatraz continua presente na história da cidade e de toda a América do Norte. Corria o ano de 1963 quando os últimos presos caminhavam por seus corredores para abandonar Alcatraz. Estava em funcionamento há quase três décadas, desde 1934, mas fechava suas portas para sempre devido à deterioração das instalações. A partir de então, só receberia turistas e investigadores, ávidos de histórias de mistério.

A prisão de Alcatraz foi construída em uma ilha no meio da baía de São Francisco, perto para os habitantes da cidade mas muito longe para os que cumpriam pena atrás das grades. Até então, esta grande "Rocha", como muitos a chamavam, tinha tido um passado conturbado, sendo tanto um forte defensivo como uma prisão militar durante a Guerra Civil dos Estados Unidos, entre 1861 e 1865. No fim do conflito bélico, os soldados abandonaram a ilha com seus canhões e a construção passou a desempenhar sua função mais famosa e a que desperta maior interesse: transformou-se em centro penitenciário federal. Ano após ano, foi abrigando os criminosos mais perigosos do país, a maioria considerada incorrigível. Dentre eles estava Al Capone, o mais famoso de todos.

Muitas foram as tentativas de fuga da prisão de Alcatraz, algumas com mais sucesso do que outras. Isso porque os reclusos eram capturados antes de conseguirem escapar ou porque se afogavam nas águas frias da baía. Para evitar que fugissem, os presos costumavam escutar que, além de estarem geladas, as águas eram morada de sanguinários tubarões. Apesar destas histórias, muitos continuaram tentando. A fuga mais conhecida foi a de Frank Morris e a dos irmãos John e Clarence Anglin, a única que teve êxito. Pelo menos é o que se acredita, já que seus corpos nunca foram encontrados.

O modo como "fugiram" foi bastante original: cavaram um buraco com uma colher em uma das paredes de cal deterioradas pela umidade e que dava acesso a um conduto de ar. Conseguiram distrair os guardas graças a uma cabeça de manequim feita com papel machê e também ao que roubavam do cabeleireiro e colocaram dentro da cama (para que não suspeitassem que tinham fugido). O fato suscitou tanto interesse que foi levado ao cinema em 1979 em um filme dirigido por Don Siegel e protagonizado por Clint Eastwood.

"A Rocha", de dois quilômetros quadrados de perímetro, é considerada Monumento Histórico Nacional e, em 1972, recebeu a designação de Parque Nacional, sendo administrado pelo Serviço de Parques Nacionais e parte integrante do Parque Nacional Golden Gate. Atualmente, é um museu e uma das atrações mais visitadas de São Francisco. Os antigos pavilhões, em alto estado de erosão, foram alvo de várias restaurações para que pudessem continuar de pé por muitos anos. O motivo de seu fechamento como prisão foram os altos custos de manutenção e os danos que a água causara nos edifícios da ilha. A saída dos presos e dos funcionários para outras penitenciárias encerrou um ciclo, mas as histórias e lendas de fantasmas continuam presentes em suas celas.

Visita imprescindível

Conheça as histórias de Alcatraz em primeira mão participando de uma visita guiada. Vá até o cais 33, em Fisherman’s Wharf, e depois pegue o ferry até a famosa ilha. Primeiramente, você rodeará "a Rocha" e, em seguida, atracará nela. Poderá, então, percorrer os corredores dos edifícios penitenciários ainda conservados e as celas dos reclusos, que continuam tal como estavam há 50 anos. Também há um percurso a pé por toda a ilha e por seu farol.

Al Capone, preso VIP

Quando for visitar a prisão, você poderá passar por lugares tão curiosos como a cela onde esteve preso o gângster mais famoso de todos os tempos: Al Capone. Durante várias décadas, ele se manteve na lista oficial dos mais procurados pelo FBI por seus delitos no Brooklyn e, sobretudo, em Chicago. Sua "queda" aconteceu nos anos 1930, quando o Governo Federal dos Estados Unidos lhe condenou a doze anos de prisão por evasão de impostos, o único delito de que tinham provas.